Varejo de São Carlos criou quase 300 empregos formais no último ano

0


Nos últimos 12 meses, de agosto de 2017 a julho de 2018, o comércio varejista de São Carlos gerou 299 empregos formais. Os dados são do Núcleo de Economia da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com divulgação do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região.

A pesquisa abrange a cidade de São Carlos e as demais cidades da base territorial do Sincomercio São Carlos, que são Ibaté, Brotas, Tambaú e Guatapará.

O maior número de contratação está no setor de Supermercados, com 265 novas vagas, seguido pelo setor de Eletrodomésticos, Eletrônicos e Lojas de Departamento, com 185 empregos. Já o setor mais prejudicado foi o de Autopeças e Acessórios, com 88 demissões no período.

Em julho de 2018, último mês considerado nessa pesquisa, o comércio varejista de São Carlos fechou 45 postos de trabalho formal. O saldo foi resultado de 435 admissões e 480 desligamentos.  Em julho, os destaques negativos continuam nas atividades de Autopeças e Acessórios e Materiais de Construção.

Cidades da Base Territorial do Sincomercio São Carlos

Avaliando a movimentação da mão de obra em toda a base de representação do Sincomercio São Carlos, cidades de Ibaté, Brotas, Tambaú e Guatapará, a pesquisa apontou que no acumulado de 2018, até julho, o município de Brotas teve um crescimento no mercado de trabalho formal do varejo, com a contratação de 76 pessoas.

O varejo do município encerrou o mês com 12.981 trabalhadores ativos, sendo a atividade supermercadista a maior empregadora, com 35% deste universo.

Share.

About Author

Leave A Reply