Terremoto com epicentro na Bolívia é sentido em São Carlos

0

Abalo foi sentido em pelo menos dez prédios do Centro, no fim da manhã desta segunda-feira (2). Também houve tremores em MG, PR, RS e no DF.

Por G1 São Carlos e Araraquara

 

Terremoto que atingiu a Bolívia é sentido em pelo menos 10 prédios de São Carlos

Terremoto que atingiu a Bolívia é sentido em pelo menos 10 prédios de São Carlos

Um tremor de terra foi sentido em pelo menos 10 edifícios do Centro de São Carlos (SP), no fim da manhã desta segunda-feira (2). Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o tremor foi reflexo de um terremoto de magnitude 6.8 na Bolívia.

“A mesa começou a mexer, o computador e a caneca com café também. Demorou uns quatro segundos, mas foi o suficiente para deixar todo mundo com medo”, contou a analista de risco Carol Raimundo, que trabalha em um dos prédios atingidos.

A analista de risco Carol Raimundo sentiu o tremor em São Carlos (Foto: Reprodução/ EPTV)A analista de risco Carol Raimundo sentiu o tremor em São Carlos (Foto: Reprodução/ EPTV)

A analista de risco Carol Raimundo sentiu o tremor em São Carlos (Foto: Reprodução/ EPTV)

Os funcionários da prefeitura também sentiram os reflexos do terremoto na Bolívia. “Foi bem rápido, coisa de segundos, umas duas balançadas que deu para sentir o chão tremer, mas a maioria das pessoas nem percebeu”, disse o administrador de banco de dados Gleison Martins Caiero.

Registro de abalos

A plataforma do Centro de Sismologia da USP registrou abalos em várias cidades do Estado de São Paulo, incluindo São Carlos e Pirassununga.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Pedro Cabalero, o abalo foi sentido nos edifícios mais altos. “No centro da cidade temos 62 prédios de 15 andares, e em pelo menos dez deles tivemos ligações comunicando que sentiram os abalos e alguns deles foram evacudados pelos próprios habitantes”, afirmou.

Abalos foram comunicados por moradores de 10 prédios do Centro de São Carlos (Foto: Reprodução/ EPTV)Abalos foram comunicados por moradores de 10 prédios do Centro de São Carlos (Foto: Reprodução/ EPTV)

Abalos foram comunicados por moradores de 10 prédios do Centro de São Carlos (Foto: Reprodução/ EPTV)

A Defesa Civil avaliou os prédios e nenhum teve danos. O abalo não foi medido por instrumentos em São Carlos, mas como as pessoas sentiram as construções tremerem, Cabalero disse que ele deve ter sido de 2 ou 3 na Escala Richter. “É um evento muito raro porque estamos em cima de uma placa de basalto, mas que se confirma pelo número de relatos”, declarou.

Os abalos também foram sentidos na Avenida Paulista, em São PauloSantosMarília (SP), em Uberlândia (MG), no Distrito Federal, no Paraná e no Rio Grande do Sul.

Prédios são esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Anderson Colombo/TV Globo )Prédios são esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Anderson Colombo/TV Globo )

Prédios são esvaziados na Avenida Paulista (Foto: Anderson Colombo/TV Globo )

Bolívia

Um terremoto de magnitude 6,8 com epicentro na Bolívia aconteceu na manhã desta segunda-feira (2), segundo o USGS, o serviço geológico dos EUA.

O tremor teve epicentro no sul boliviano, a 13 km de uma localidade chamada Carandayti, e a uma profundidade de 557 km. Segundo o jornal local “El Deber”, pela força do abalo, ele foi sentido também em regiões mais ao norte do país, como Cochabamba. A região do epicentro é próxima do norte paraguaio.

Terremoto teve epicentro na Bolívia (Foto: Infografia: Karina Almeda/G1)Terremoto teve epicentro na Bolívia (Foto: Infografia: Karina Almeda/G1)

Terremoto teve epicentro na Bolívia (Foto: Infografia: Karina Almeda/G1)

Reflexos no Brasil

Veja abaixo como o tremor foi sentido em diferentes localidades brasileiras:

• Brasília: foram esvaziados os prédios do SCS, além das sedes da Infraero, da Terracap, da Secretaria de Segurança Pública e do Ministério da Justiça. O tremor também foi sentido por pessoas que estavam no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), no Aeroporto Juscelino Kubitschek e em Taguatinga Norte.

• São Paulo: o prédio da Petrobras, no número 901da Avenida Paulista, foi esvaziado, assim como o do Ministério Público na Rua Riachuelo, no Centro. Moradores da Zona Oeste da capital também relatam que precisaram deixar os prédios em que estavam por causa de tremores. “Estávamos no 13º do Prédio da Gazeta, na Paulista, e achei que estava passando mal. Parecia que estava meio bebâdo. Perguntei para os outros, e também sentiram balançar”, disse Cristiano Ferreira da Silva, 44, técnico telecomunicações.

• Minas Gerais: um dos prédios do Grupo Algar tremeu e precisou ser evacuado na manhã em Uberlândia. Um leitor do G1 informou que o imóvel, conhecido como CSC, chegou a balançar três vezes por volta das 10h40.

• Santos: foram esvaziados três prédios no bairro do Gonzaga. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 11h10. Segundo testemunhas ouvidas pelo G1, funcionários da empresa que trabalhavam a partir do terceiro andar relataram os tremores e observaram os objetos se movendo.

• Marília: o prédio da prefeitura foi esvaziado durante o fim da manhã após funcionários relatarem um tremor na estrutura.

Share.

About Author

Leave A Reply