São Carlos já está integrada ao Sistema Detecta

0

Expansão do Sistema Detecta

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, juntamente com a Prefeitura de São Carlos, por meio do Departamento de Coordenação de Política Institucional da Secretaria de Governo e da Guarda Municipal, fez uma demonstração nesta quinta-feira (19), no auditório do Paço Municipal, de como funciona o Sistema Detecta, plataforma da qual São Carlos está integrada.

O município assinou em 2017 convênio com a Secretaria de Segurança Pública, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo (GSSP/ATP 123/17, Processo 6.911/17), para a inclusão das 24 Câmeras e os radares que possuem a tecnologia de Reconhecimento Ótico de Caracteres (OCR) no sistema.

O Detecta é um sistema de monitoramento inteligente, o maior Big Data (conjunto de informações armazenadas) da América Latina, que integra bancos de dados das polícias paulistas, como os registros de ocorrências, Fotocrim (banco de dados de criminosos com arquivo fotográfico), cadastro de pessoas procuradas e desaparecidas, dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), registro de veículos furtados, roubados, clonados e outros relatórios inteligentes para a segurança pública.

Para implantar o sistema de monitoramento houve a necessidade de adquirir o software federado da empresa GENETEC, doado ao município pelo Rotary Clube São Carlos Clima. “Essas imagens passam pelo sistema de vídeo analítico de um software inteligente e trazem bons resultados. Não apenas com relação aos veículos, mas também elucidando e ajudando a prender sequestradores, fugitivos, estelionatários, enfim, um trabalho e uma ferramenta muito importante para a segurança Pública do nosso município”, disse Samir Gardini agradecendo o Rotary e o Governo do Estado pela parceria.

De acordo com o Coronel Ronaldo de Oliveira e Silva, coordenador de Tecnologia da Informação e Telecomunicações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, atualmente 988 câmeras de videomonitoramento estão ligadas ao Detecta no Estado, 5.600 leitores de placas (radares) e 10 bilhões de placas já estão cadastradas no sistema. “Somente agora no mês de julho já foram 1.254.339 alertas emitidos de veículos furtados, 635.977 alertas de veículos roubados, 6.339 veículos foram interceptados, 10.330 pessoas foram presas e 534 armas foram apreendidas. é um sistema integrador de informações que realiza, com celeridade, a correlação dessas informações para auxiliar a tomada de decisões das polícias militar, civil, técnico científica e guardas municipais”, explicou o coronel.

Para o prefeito Airton Garcia é importantíssimo para a cidade fazer parte de um sistema avançado de informações da Segurança Pública. “As informações serão fornecidas em tempo real para nós e poderão ser acessadas de dentro das próprias viaturas, então não tem como não melhorar. Sempre que tivermos condições vamos contribuir com as Polícias Militar e Civil”, comentou Airton Garcia.

“Com a instalação da câmera OCR qualquer veículo que passa pelo radar e estiver no banco de dados da PRODESP (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), com ocorrência de roubo ou furto, será disparado eletronicamente um alerta para a viatura mais próxima do local. O monitoramento facilitará o trabalho de logística e deslocamento das viaturas”, ressaltou o Tenente Coronel PM Alexandre Wellington de Souza, comandante do 38º. Batalhão da Polícia Militar de São Carlos, agradecendo o apoio da Guarda Municipal.

Para o delegado seccional da Polícia Civil, Rogério Fakhany Vita, o Sistema Detecta é essencial para o trabalho de investigação. “Ele auxilia e muito o trabalho policial em atividades operacionais e investigativas porque por meio dele acessamos diversos bancos de dados de diferentes instituições, correlacionando informações e imagens de locais, pessoas e veículos. Parabéns a Prefeitura por fazer parte desse sistema”.

Segundo Comandante da Guarda Municipal, Michael Yabuki, hoje o município está com 19 câmeras em operação das 24 existentes, 5 estão passando por manutenção, além de radares com sistema OCR. “Todo o sistema está sendo monitorado por meio da nossa Central, porém é importante lembrar que o Detecta somente é acessado por agentes credenciados tanto da GM como das polícias”.

Victor Azouri Bermudes, representante da GENETEC e do Rotary Clube São Carlos Clima acredita que a doação do software compatível com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo é um ação que beneficia todos. “Faz parte do trabalho social que realizamos no Rotary. São Carlos é a primeira cidade a ter uma plataforma compatível que é o sistema GENETEC, para nós é uma conquista importante para toda a população”.

Também estiveram presentes Carlos Henrique Antunes Thaparelli, investigador de polícia e reponsável pelo Detecta na capital, o juiz Carlos Castilho, o Capitão PM Paulo Roberto Nucci Junior, comandante da 1ª Cia do 38º Batalhão da Polícia Militar de São Carlos, o diretor da Defesa Civil, Pedro Caballero, José Fernandes Domingues, presidente da Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), Paulo Gullo, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos, os vereadores Edson Ferreira, João Baptista Muller, Laíde das Graças Simões, Moisés Lazarine, Roselei Françoso, Malabim, Sérgio Rocha, Azuaite Martins de França, Paraná Filho e Marquinho Amaral, além de secretários municipais e a imprensa.

Share.

About Author

Leave A Reply