SAMU capacita profissionais para atendimento a deficientes auditivos

0

 

Comunicar-se é uma necessidade básica, mas nem por isso se dá de forma eficaz para todos. Os deficientes auditivos, por exemplo, são os que mais enfrentam dificuldades nesse processo. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Saúde, por sugestão de uma funcionária do próprio Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), está oferecendo uma oficina de comunicação com enfoque principal na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

As oficinas estão sendo ministradas pela técnica em enfermagem da rede pública de saúde, Daiane Rodrigues Fernandes Campos, com objetivo de facilitar o diálogo com os usuários do serviço. “A oficina de comunicação é voltada para atendimento de urgência e emergência, não é um curso de libras, é um treinamento para facilitar a equipe do SAMU no caso de socorro da população surda. Hoje temos mais de três mil pessoas em São Carlos com deficiência auditiva”, explica a técnica.

Claudete Raimundo da Silva, técnica de enfermagem do SAMU que sugeriu a capacitação, disse que a necessidade do curso surgiu após a observação da dificuldade que os profissionais tinham no atendimento a pacientes deficientes auditivos e de fala. “Nós prestamos serviços para diferentes classes de usuários e temos um déficit de comunicação quando o usuário surdo não está com seu comunicador efetivo, por isso sugerimos a oficina”, justifica.

Para o secretário de Saúde a oficina é uma forma de fortalecer a rede de atenção à pessoa com deficiência através da inclusão. “Esporadicamente nós atendemos esses pacientes e a comunicação fica impossibilitada porque o socorrista não consegue compreender ou fazer perguntas adequadas para saber como ele se sente. Como uma das nossas servidoras, capacitada para isso, se voluntariou para ajudar os profissionais e garantir a acessibilidade no serviço, formamos quatro turmas para receber as orientações e a nossa intenção e propagar essa capacitação na rede”, disse Caco Colenci.

Também será realizada uma oficina prática para trabalhar as reais dificuldades encontradas nos atendimentos diários da equipe do SAMU.

Share.

About Author

Leave A Reply