Rio Preto 2 x 2 São Carlos – Jacaré toma dois, mas busca empate com a Águia

0

O artilheiro Gustavo Henrique marcou mais um gol no jogo desta quarta- DIVULGAÇÃO

Para o time da casa, fizeram Édipo e Maycon, enquanto Maranhão e Gustavo Henrique assinalaram para o Sanca

FUTEBOL INTERIOR – Rio Preto São Carlos fizeram um grande jogo na noite desta quarta-feira, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3. O duelo, que foi disputado no Riopretão, registrou quatro gols e terminou empatado por 2 a 2. Com resultado, o Jacaré fica com 17 pontos, fora do G8. A Águia, por outro lado, chegou aos 18, dentro do grupo que avança às quartas.

Para o time da casa, fizeram Édipo e Maycon, enquanto Maranhão e Gustavo Henrique assinalaram para o Sanca. Se o representante de São Carlos foi melhor no primeiro tempo, foi o Jacaré quem tomou conta das ações na etapa complementar.

NA FRENTE

O Rio Preto começou com tudo em busca do primeiro gol e quase fez aos seis minutos, com Obina. Dentro da pequena área, o atacante rio-pretense tocou rasteiro no canto esquerdo para defesa do arqueiro são-carlense, que mandou para escanteio. Cinco minutos depois, Jean Batista cruzou na medida para Obina, que, na cara do gol, chutou rente ao travessão. Aos 18, Marcelinho recebeu dentro da pequena, tirou o zagueiro rio-pretense da jogada e tocou no canto direito de Poti: 1 a 0.
Um minuto depois, o segundo do Sanca. Gustavo Henrique recebeu belo lançamento e, na saída do goleiro, tocou para o gol sem chance para o número 1 do Jacaré. Logo na sequência, por pouco não aconteceu o terceiro. De fora da área, Marcus Vinícius acertou um tirambaço para uma grande defesa de Poti. O arqueiro, de mão trocada, mandou para escanteio. Após sofrer os dois gols, o time da casa foi para o desespero no sentido de descontar o placar, mas acabou com a vitória parcial dos visitantes.
TUDO IGUAL
Na segunda etapa, o Jacaré voltou a mil por hora: aos dois minutos, o zagueiro Henrique, na cara do gol, perdeu ótima chance para diminuir chutando rente ao travessão. Aos 4, não teve jeito e Édipo, após cruzamento de Léo Ribeiro, diminuiu para o Glorioso da Vila Universitária. Para a alegria do torcedor rio-pretense, Maycon, que entrou no lugar de Obina, aos dez minutos, deixou tudo igual: 2 a 2. Dentro da pequena área, bateu em diagonal.
Aos 17 minutos, Édipo chegou a comemorar o gol da virada, mas estava impedido. Na pressão em cima da Águia da Central, Jefferson Paulista acertou a trave. Na volta, Édipo perdeu chance incrível chutando pra fora sozinho na cara do gol. Melhor na partida, os comandados do técnico Rodrigo Fonseca perderam um caminhão de gols. Final: 2 a 2.

PRÓXIMOS JOGOS

O Rio Preto, volta a campo no próximo domingo, ás 10 horas, em Osasco, no José Liberatti, para encarar o GE Osasco. No sábado, ás 11 horas, o São Carlos FC, recebe no Luisão, a equipe do Noroeste.

FICHA TÉCNICA

Fase

Primeira Fase

Rodada

11ª rodada

Data

21/02/2018

Horário

19h00

Local

Anísio Haddad – São José do Rio Preto (SP)

Árbitro

Jose Guilherme Almeida E Souza

Renda

R$ 4.805,00

Assistentes

Diego Morelli de Oliveira e Marlon Spinola

Público

586 pagantes

Cartões Amarelos

Rio Preto: Jefferson Paulista, Marcelo Vilela
São Carlos: Pepe

Gols

Rio Preto: Édipo 4′ 2T, Maycon 10′ 2T
São Carlos: Maranhão 18′ 1T, Gustavo Henrique 19′ 1T

Rio Preto

Poti;
Jean Batista, Emerson, Henrique Perruci e Marcelo Vilela;
Jô, Caio César (Léo Ribeiro), Jonatas e Jefferson Paulista (Dio Santos); Édipo e Jonatas Obina (Maycon)
Técnico: Rodrigo Fonseca

São Carlos

César;
Veloso, Carlão, Lucão e Douglas (Neto);
Pepe, Arthur e Marcus Vinícius;
Marcelinho (Rufino), Gustavo Henrique e Maranhão (Wallace)
Técnico: Luiz Muller
Share.

About Author

Leave A Reply