Reunião de trabalho esboça articulação de uma agenda de ciência para São Carlos

0

Lideranças científicas, professores e pesquisadores de diferentes áreas participaram de uma reunião de trabalho nesta quarta-feira (28), no Centro do Professorado Paulista (CPP), para discutir e propor uma agenda de ciência para São Carlos, atendendo ao convite formulado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia, professor José Galizia Tundisi e pelo vereador Azuaite Martins de França.

A partir da avaliação de que a Capital da Tecnologia necessita de um Projeto de Ciência consistente, avançado e de longo prazo, o encontro resultou no consenso de que é possível adotar medidas práticas para que São Carlos aproveite de forma permanente a capacidade científica e tecnológica instalada no município. Também foram discutidas formas de apoio ao empreendedorismo em áreas estratégicas para o desenvolvimento.

Segundo o vereador Azuaite e o secretário Tundisi, ex-presidente do CNPq, um Projeto de Ciência  articulado e integrado com a participação de lideranças e pesquisadores será um veículo fundamental de transformação social, resultando em melhor qualidade de vida, abertura de novas frentes de trabalho e possibilidade de perspectivas a estudantes das instituições do município.

A reunião de trabalho contou com presenças de dirigentes da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e de diversos departamentos daquela instituição, Escola de Engenharia de São Carlos; Instituto de Arquitetura e Urbanismo, Instituto de Ciências Matemáticas e da Computação, Instituto de Física de São Carlos e Instituto de Química de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP), Centro Universitário Central Paulista (UNICEP), Embrapa Pecuária Sudeste, Escola Técnica Estadual Paulino Botelho,  Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Instituto Inova São Carlos, Onovolab, Fundação Parque de Alta Tecnologia (Parqtec), ACCERT e Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano.

No início do encontro, o secretário José Galizia Tundisi informou sobre proposta para a reestruturação do Conselho Municipal de Tecnologia e criação do Fundo Municipal de Ciência e Tecnologia. Ele observou que objetivo é apoiar iniciativas locais e regionais para o desenvolvimento avançado do município. Tundisi assinalou a função de articular e estimular projetos voltados à transformação social e melhoria da qualidade de vida.

O vereador Azuaite França destacou a necessidade de ser disponibilizado para São Carlos um inventário das pesquisas produzidas nas instituições de ciência  e tecnologia, com ênfase naquelas que já tiveram aplicação em políticas públicas.

Entre as propostas apresentadas durante a reunião de trabalho se incluiu a necessidade de divulgar as ações de extensão desenvolvidas pelas universidades, ampliar a interação dessas instituições com a sociedade e dar visibilidade à estrutura de produção científica instalada no município.  Foram defendidas ações de incentivo ao empreendedorismo, de estimulo à atração de novos investimentos a partir do potencial tecnológico existente, realizar um levantamento das empresas oriundas das universidades e incubadoras e adoção de medidas práticas para “segurar” talentos no município e investir em inovação.

Incentivo a museus e fomento de ações didáticas e de estímulo ao voluntariado e a formulação de um observatório do cidadão – para disseminação do conhecimento – também foram propostas enfatizadas. Outra iniciativa prática ventilada foi a realização de workshops para inclusão de São Carlos no modelo de cidades digitais. Esta será a discussão numa próxima etapa do trabalho iniciado nesta quarta-feira.

Ao final do encontro, o secretário Tundisi informou que ouras reuniões serão agendadas para aprofundar a discussão e trabalhar projetos de desenvolvimento.

“Vamos fazer uma avaliação de tudo o que foi discutido, estabelecer uma agenda e consolidar essa iniciativa que é importante para que as propostas sejam efetivadas”, disse o vereador Azuaite França.

Tec In 2018 – O secretário José Galizia Tundisi lembrou que no próximo mês de outubro também será realizada no município a 1ª Mostra de Tecnologia e Inovação de São Carlos (Tec In 2018), que visa a maior integração e interação entres os setores que se destacam em tecnologia e inovação. “É papel do poder público não só mostrar o que a cidade faz na área da ciência, mas como essa ciência é aplicada. A Mostra será nacional, atrairá investidores de todo o país que poderão conhecer o que desenvolvemos aqui”, finalizou o secretário e pesquisador.

Share.

About Author

Leave A Reply