Prestes a assumir, Airton afirma que vai cumprir promessas e terá juízo

0

Em entrevista ao G1, prefeito eleito diz que quer unir as duas São Carlos.
‘Eu quero ajudar o são-carlense e não ser um problema para ele’, afirma.

Stefhanie PiovezanDo G1 São Carlos e Araraquara

Airton Garcia foi entrevistado pelo Jornal da EPTV neste sábado (24) (Foto: Reprodução/EPTV)Airton Garcia (PSB) afirma que vai cumprir suas promessas de campanha (Foto: Reprodução/EPTV)

Prestes a assumir a prefeitura de São Carlos (SP), Airton Garcia (PSB) sabe que terá desafios pela frente. A cidade está endividada e os últimos meses foram marcados por notícias preocupantes na área da saúde, como a mudança de atendimento no Hospital Escola e o fechamento da Casa de Saúde, e por reclamações referentes aos buracos que tomam conta das ruas.

Em entrevista ao G1, ele diz que tem consciência do que o aguarda, mas vai cumprir suas promessas. Afirma ainda que vai ter juízo até o último dia do mandato e que quer unir as duas São Carlos, a da ciência, tecnologia e conhecimento e a dos moradores que não têm as mínimas condições de crescer.

“Quero que essas duas ‘cidades’ conversem e se ajudem. Assim, pretendo fazer muitas parcerias com as universidades, principalmente nas áreas de educação e saúde. Quero ser parceiro da UFSCar para melhorar o Hospital Universitário, ainda vou para Brasília falar com o ministro da Saúde. Tenho muitos projetos que podem ser desenvolvidos em parceria com as universidades”, afirma. “Vou ser o prefeito que vai estreitar o relacionamento com todas elas”.

G1 – Das suas propostas de governo, quais o senhor julga que serão mais difíceis de executar? Por quê?
Airton Garcia – Todas as propostas que eu fiz serão difíceis de executar, mas vou executá-las. Eu prometi recapear toda a cidade, não deixar faltar médicos e remédios nos postos de saúde, zerar o déficit em creches, que durante a campanha eleitoral era de mais de duas mil vagas, e deixar a cidade limpa. Será difícil pela situação em que se encontram as finanças da Prefeitura, mas vou cumpri-las 100%.

G1 – E qual será a primeira proposta a ser executada?
Airton Garcia – A primeira coisa a fazer é uma que eu não prometi. Será um “enxugar gelo”. Eu vou fazer uma operação tapa-buraco nas ruas da cidade. Mas isso não vai resolver o problema do asfalto de São Carlos.  A malha asfáltica está toda deteriorada, qualquer chuva que dá, novos buracos se abrem. Mas é necessário fazer alguma coisa. A população não pode pagar pela má administração atual, não posso fechar os olhos e deixar os moradores de São Carlos tendo prejuízos financeiros, fora o risco de acidentes. Mas não é uma operação tapa-buraco que vai resolver o problema do asfalto de São Carlos. Eu vou recapear São Carlos, vou buscar recursos para realizar essa minha promessa.

G1 – Estamos recebendo reclamações constantes sobre os buracos e, neste ano, conversamos com um especialista que nos explicou que um dos problemas seria a existência de projetos de pavimentação padronizados. O senhor pretende buscar apoio dos pesquisadores da cidade nessa área para a criação de projetos próprios para São Carlos?
Airton Garcia – Eu entendo muito de asfalto. Eu tive uma empresa de asfalto durante 20 anos. Não se pode generalizar, cada lugar é um caso. Hoje, não falta projeto para o recapeamento da cidade e sim recursos para executá-lo.

Airton Garcia (PSB) é eleito prefeito de São Carlos (Foto: Reginaldo dos Santos/ EPTV)
Airton Garcia (PSB) foi eleito prefeito de São Carlos com 48.951 votos (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)

G1 – Como o senhor avalia a distribuição do orçamento aprovada pela Câmara Municipal no último dia 9?
Airton Garcia – Eu nem me preocupei com esse orçamento. Eu sei que não vou ter dinheiro para fazer nada. Pode estar escrito lá, mas não haverá dinheiro para nada. O atual prefeito vai deixar mais ou menos R$ 100 milhões em dívidas vencidas. Será preciso recuperar a capacidade de investimento do município.

G1 – Esse orçamento prevê R$ 17.702.664,85 para a pasta de Obras Públicas, um valor menor do que os R$ 19.527.051,59 deste ano. Isso inviabilizará ou dificultará propostas? Quais ações devem ser prejudicadas?
Airton Garcia – Dificulta principalmente o projeto de recapeamento da cidade. Não há dinheiro para o investimento. Mas devagarinho eu vou desenvolver e implementar as minhas propostas. Durante a transição, eu estive em contato com minha rede de relacionamentos e são essas pessoas que vão me auxiliar no desenvolvimento de São Carlos.

G1 – Como o senhor pretende contornar a crise econômica e a dívida que será deixada pela gestão anterior?
Airton Garcia – A crise é nacional. Como prefeito eu não vou conseguir contorná-la. O que eu vou contornar é a crise municipal. Eu vou cortar gastos, cortar tudo que é supérfluo, vou rever os contratos leoninos que prejudicam o poder público. Pela atual situação financeira do município, será preciso cortar coisas que eu não gostaria de cortar, mas será necessário para equacionar e investir no essencial.

Eu quero ajudar o são-carlense e não ser um problema para ele”
Airton Garcia, prefeito eleito de São Carlos

Não vou aumentar o IPTU. Pelo contrário, vou propor um grande refis. “Uma água com açúcar” para aquelas pessoas que não estão conseguindo pagar o IPTU.

A proposta é fazer um projeto retirando multas, juros e honorários, de acordo com a lei, e parcelar em até 50 meses. Eu quero ajudar o são-carlense e não ser um problema para ele.

G1 – Como atrair empresas e investimentos quando tantas cidades do país estão tentando fazer o mesmo?
Airton Garcia – É uma tarefa importante, mas em longo prazo. Primeiro, para atrair empresas para a cidade é necessário ter um local para essas empresas se instalarem. É preciso aprovar e construir um loteamento industrial, e depois correr atrás das empresas. Eu nomeei um secretário de Planejamento que é expert em atrair empresas, o Paulo Roberto Valeriano Ignatios, espero que ele faça um bom trabalho, que estude todos os ângulos para aumentar a arrecadação de São Carlos.

G1 – Antes das eleições, o senhor se reuniu com funcionários da Casa de Saúde e disse que o melhor a fazer seria retomar o terreno e encontrar parceiros dispostos a investir na reabertura do hospital. O senhor já começou a procurar esses parceiros? Há interessados? Como anda a negociação?
Airton Garcia – Eu já conversei com os diretores do Hospital Amaral Carvalho. Eles têm interesse em assumir o hospital. Logo no início da minha administração, vou retomar o imóvel, que por direito é da Prefeitura, e dar continuidade às conversas com o Amaral Carvalho. Eu vou reabrir o hospital.

Eu vou ter juízo do primeiro
até o último dia do mandato”
Airton Garcia, prefeito eleito de São Carlos

G1 – Como o senhor gostaria de ser lembrado ao término do seu mandato?
Airton Garcia – Em primeiro lugar eu quero ver se termino o mandato vivo (risos)! O que eu sempre falo é que eu quero ser um prefeito de juízo. Eu vou ter juízo do primeiro até o último dia do mandato. Eu quero entregar a Prefeitura para o meu sucessor pelo menos um milhão de vezes melhor do que eu vou receber.

Share.

About Author

Leave A Reply