Prefeitura entrega premiação aos vencedores do Prêmio Ciência-Tecnologia

0

 

 

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Sustentável, realizou no final da manhã desta quinta-feira (14), no auditório do Paço Municipal, a solenidade de premiação do Prêmio Ciência-Tecnologia.

O prêmio foi baseado na Lei Municipal 12.618/2000, de autoria do então vereador José Paulo Gomes e foram premiados: Pesquisador Sênior, Jovem Pesquisador e Professor de Ciências.

A Comissão de Avaliação foi formada por Vanderlei Salvador Bagnato, representante do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP), Edgar Dutra Zanotto, representante do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMA) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Dorival Milani, representante do Centro Universitário Central Paulista – UNICEP e os secretários municipais Antonio Clovis Pinto Ferraz (Transporte e Trânsito), Carlos Eduardo Colenci (Saúde), Giuliano Hildebrand Cardinali (Habitação e Desenvolvimento Urbano), Helena Antunes (Administração e Gestão de Pessoal); Orlando Mengatti Filho (Educação) e Roberto Paulo Valeriani Ignatios (Planejamento e Gestão).

 Os vencedores na modalidade Pesquisador Sênior foram Luiz Henrique Capparelli Mattoso da Embrapa Instrumentação e Ruth Herta Goldschmidt Aliaga Kiminami da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Já na modalidade Jovem Pesquisador os vencedores foram Daniel Souza Corrêa também da Embrapa Instrumentação, Bianca Baccili Zanotto Vigna da Embrapa Pecuária Sudeste e Piter Gargarella da UFSCar. Mariana Prado Borges, da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Carmine Botta venceu na modalidade Professor de Ciências.

A premiação foi entregue pelo prefeito Airton Garcia, vice-prefeito Giuliano Cardinali, pelo secretário de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia, José Galizia Tundisi, pelo secretário de Educação, Nino Mengatti, pelo professor titular da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP) e vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Profº Drº João Fernando Gomes Oliveira e por membros da Comissão de Avaliação.

De acordo com o secretário José Galizia Tundisi, o prêmio tem a proposta de divulgar a excelência dos cientistas de São Carlos, por meio do reconhecimento do município ao trabalho realizado; estimular os cientistas e professores de Ciências de São Carlos a prosseguirem em seu trabalho de alta qualidade; estimular as próprias instituições a reconhecerem o mérito de seus cientistas, além de divulgar para a população a importância da Ciência para o desenvolvimento do município e do Brasil.“O propósito desta divulgação é ampliar a informação científica produzida pelos pesquisadores e ao mesmo tempo difundir sua excelência”, explica o secretário.

Para Giuliano Cardinali, vice-prefeito e secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, membro da Comissão de Avaliação, foi muito difícil escolher. “Os trabalhos eram tão bons que foi difícil escolher. É extremamente interessante e importante fazer isso numa cidade que respira conhecimento, ciência e tecnologia. Reconhecer as pessoas que fazem a cidade ter esse título é mais que obrigação da Prefeitura”.

Segundo o vereador Azuaite Martins de França, na ocasião representando a presidência da Câmara Municipal, o prêmio incentiva a realização de pesquisas. A modalidade Professor de Ciências é importantíssima, pois tem como objetivo incentivar o gosto pela ciência e pela discussão de temas que podem vir a mudar o futuro do planeta. Na próxima edição, por meio do Centro do Professorado Paulista, queremos colaborar para aumentar a premiação da modalidade Professor de Ciências”, propôs o vereador.

Para o Jovem Pesquisador, Daniel Souza Corrêa, 36 anos, engenheiro de materiais, formado na UFSCar, com doutorado e pós-doutorado realizados no Instituto de Física da USP e com estágio de pesquisa na Friedrich-Schiller-University Jena (Alemanha) e Harvard University (EUA), a premiação é o reconhecimento por parte da Prefeitura pelo trabalho realizado sobre o desenvolvimento de tecnologias para materiais ópticos e para aplicação em fertilizantes, depositadas no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). “É uma honra para mim, é muito gratificante receber esse reconhecimento por parte da Prefeitura”, agradeceu o pesquisador.

O vencedor da modalidade Pesquisador Sênior, Luiz Henrique Capparelli Mattoso da Embrapa Instrumentação, tambémengenheiro de materiais, 56 anos, um dos maiores incentivadores da fundação do Laboratório Nacional de Nanotecnologia aplicada ao Agronegócio (LNNA), do qual é o coordenador atual, ressalta que o prêmio é importante para estimular novas gerações. “Nós não vivemos sem inovação, ciência e tecnologia”.

A professora Mariana Prado Borges, da EMEB Carmine Botta, vencedora da modalidade Professor de Ciências, garante que o prêmio é o reconhecimento da sua categoria. “É na educação básica que nasce, que surge o interesse pela ciência, portanto somos nós que iniciamos a formação dos futuros pesquisadores”, lembrou a professora.

Divulgar ciência é trabalhar para que a comunidade conheça o que é desenvolvido na cidade. “Precisamos fazer com que as pesquisas produzidas na cidade sejam de conhecimento de todos e a Prefeitura deve trabalhar para isso”, afirmou o prefeito Airton Garcia.

Participaram da solenidade de premiação os vereadores Azuaite Martins de França e Robertinho Mori, os secretários Nino Mengatti (Educação), José Paulo Gomes (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida), Caco Colenci (Saúde), Mariel Olmo (Serviços Públicos), Mário Luiz Duarte Antunes (Fazenda), Walcinyr Bragatto (Trabalho, Emprego e Renda), Paulo Wilhelm (Infância e Juventude), o diretor presidente do SAAE, Benedito Marchezin, o chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Instrumentação, Wilson Tadeu Lopes da Silva, chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pecuária Sudeste, Alexandre Berndt, Leila Martins, Diretora da Serasa Experian e a Pró-Reitora de Pós-Graduação da UFSCar, Profª Drª Audrey Borghi, representante da reitora da Universidade, Profª Drª Wanda Hoffmann, além de pesquisadores de universidades e centros de pesquisa.

Todos os premiados receberam uma placa pela participação e serão homenageados numa sessão solene, na Câmara Municipal, em novembro de 2018. A vencedora na categoria Professor de Ciência recebeu da Serasa Experian um prêmio em dinheiro.

Share.

About Author

Leave A Reply