Prefeitura de São Carlos decreta estado de emergência

0

Em virtude da manutenção da greve dos caminhoneiros, a Prefeitura de São Carlos publicou nesta sexta-feira (25), em edição extra do Diário Oficial do Município o Decreto Nº 172 que dispõe sobre a situação de emergência considerando a necessidade de manutenção das atividades essenciais e de urgência e emergência no município.

Com a medida, a Prefeitura poderá fazer compra de combustível em outro fornecedor já que a empresa que venceu o processo licitatório não tem mais etanol e nem gasolina, somente uma reserva para o município de óleo diesel. “Conseguimos uma reserva de diesel para que as ambulâncias do SAMU não deixem de atender nenhum chamado de urgência e emergência, porém a maioria dos veículos da frota da Prefeitura é flex, ou seja, só funciona com etanol ou gasolina”, explica o prefeito Airton Garcia lembrando que o decreto também determina a todas as Secretarias, Autarquias e Fundações que usem seus veículos de forma criteriosa e somente em casos de emergência.

A Prefeitura determinou, ainda que, caso haja necessidade, a Secretaria de Saúde fará uso dos veículos das demais pastas para atender os casos de urgência e emergência.

Hoje a Prefeitura de São Carlos consome mais de 38 mil litros de combustível por semana, sendo 16.967 litros de diesel, 16 mil litros de gasolina e 5.541 litros de etanol para uma frota total de 350 veículos. O custo mensal é de R$ 130 mil.

O Decreto Nº 172 entrou em vigor nesta sexta-feira, dia 25 de maio, com vigência de 30 dias.

Share.

About Author

Leave A Reply