Paulo Gullo parabeniza prefeitura de São Carlos pela doação de área para construção da unidade SEST SENAT

0

O Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região (Sincomercio) e Conselheiro do Sesc,  Paulo Roberto Gullo, registrou seus cumprimentos ao  prefeito Airton Garcia, ao secretário de Governo, Edson Fermiano, e ao deputado federal Lobbe Neto, pela assinatura  do termo de doação de área  para construção de uma unidade operacional do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT) em São Carlos.

Para Paulo Gullo, a instalação de uma unidade SEST SENAT, em São Carlos, complementará o trabalho do sistema “S” no município. “Como Conselheiro do Sesc me sinto muito satisfeito em poder cumprimentar a todos os envolvidos nessa conquista. Acompanho de perto o trabalho que essas entidades realizam em favor da sociedade e tenho certeza que o SEST SENAT complementará esse trabalho em nosso município”.

A assinatura aconteceu na tarde desta quinta-feira (19), no Paço Municipal, com a presença do presidente do Conselho Regional do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT), Flávio Benetti, vereadores, demais autoridades e representantes do SESC, SENC e CIESP do município.

A unidade São Carlos do SEST SENAT, com previsão para ser inaugurada no final de 2019, terá mais de 1.900 metros quadrados de área construída em um terreno de 9.412 mil metros quadrados, localizado no Jardim Novo Mundo. O investimento previsto é R$ 20 milhões.

O prédio será estruturado  em duas edificações principais, com os módulos de Desenvolvimento Profissional e Promoção Social. “Estamos muito felizes em poder vir para São Carlos, pois é uma região que reúne um número muito grande de profissionais da área de transporte, tanto da área de carga, como da área de passageiros, caminhoneiros autônomos, taxistas”, adiantou Flávio Benatti.

O SEST SENAT são entidades civis do Sistema “S”, como SESC, SENAC, SESI, SEBRAE, entre outros, sem fins lucrativos. Elas foram criadas em 1993, pela Lei 8.706, a partir de um processo de conscientização do setor e de entidades sindicais.

Share.

About Author

Leave A Reply