Mococa e São Carlos estão entre as cidades mais desenvolvidas do Brasil, aponta índice

0

Estudo da Firjan monitora emprego e renda, educação e saúde de todos os municípios do país.

Por Fabiana Assis, G1 São Carlos e Araraquara

 

Cidade de Mococa (Foto: Divulgação)Cidade de Mococa (Foto: Divulgação)

Cidade de Mococa (Foto: Divulgação)

Dezoito municípios da região estão entre os mais desenvolvidos socioeconomicamente no Brasil, segundo o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Entre eles, Mococa é o mais bem avaliado, ficando na 16ª posição no Estado de São Paulo e na 23ª colocação no Brasil. Em seguida, está São Carlos com a 19ª posição estadual e 27ª posição nacional.

O ranking tem como base dados oficiais de 2016, que são os últimos disponíveis, e leva em consideração as áreas de emprego e renda, educação e saúde com base nas estatísticas oficiais dos respectivos ministérios.

Em 2016, Mococa apresentou alto desenvolvimento em saúde e educação, mas em emprego e renda, ficou apenas na faixa moderada.

Apenas 431 municípios brasileiros (7,9% do total pesquisado) tiveram avaliação de alto desenvolvimento socioeconômico. Na região, além de Mococa e São Carlos, estão Matão, Gavião Peixoto, Araras, Porto Ferreira, Santa Cruz do Rio Pardo, Leme, Américo Brasiliense, Santa Gertrudes, São Sebastião da Grama, Araraquara, São João da Boa Vista, Descalvado, São José do Rio Pardo, Pirassununga, Corumbataí, Rio Claro e Tapiratiba.

Ranking

Dos 42 municípios da região, 18 subiram no ranking, 22 caíram e dois permaneceram na mesma posição (veja tabela abaixo).

Entre os que subiram, os maiores destaques foram São Sebastião da Grama, que subiu 209 posições, Trabiju subiu 184, Santa Rita do Passa Quatro subiu 174, Boa Esperança do Sul subiu 139 e Gavião Peixoto subiu 109 posições.

As que mais caíram foram Analândia, que caiu 207, Itirapina caiu 173 posições, Conchal caiu 109, Santa Lúcia caiu 108, Itobi caiu 94 e Santa Cruz da Conceição caiu 84.

Ranking de desenvolvimento

Município Posição 2016 (Estado) Posição 2015
Mococa 16ª 50ª Subiu 34 posições
São Carlos 19ª 19ª Mesma posição
Matão 23ª 27ª Subiu 4 posições
Araraquara 46ª 28ª Caiu 18 posições
São João da Boa Vista 58ª 41ª Caiu 17 posições
Gavião Peixoto 59ª 168ª Subiu 109 posições
Araras 79ª 102ª Subiu 23 posições
Porto Ferreira 80ª 129ª Subiu 49 posições
Descalvado 89ª 57ª Caiu 32 posições
São José do Rio Pardo 94ª 66ª Caiu 28 posições
Leme 96ª 130ª Subiu 34 posições
Rio Claro 103ª 94ª Caiu 9 posições
Pirassununga 108ª 82ª Caiu 26 posições
Corumbataí 112ª 86ª Caiu 26 posições
Américo Brasiliense 120ª 141ª Subiu 21 posições
Santa Gertrudes 121ª 167ª Subiu 46 posições
Tapiratiba 159ª 154ª Caiu 5 posições
São Sebastião da Grama 176ª 385ª Subiu 209 posições
Brotas 194ª 140ª Caiu 54 posições
Casa Branca 200ª 288ª Subiu 88 posições
Trabiju 207ª 391ª Subiu 184 posições
Nova Europa 255ª 255ª Mesma posição
Santa Cruz das Palmeiras 270ª 276ª Subiu 6 posições
Dourado 280ª 245ª Caiu 35 posições
Boa Esperança do Sul 294ª 433ª Subiu 139 posições
Vargem Grande do Sul 319ª 343ª Subiu 24 posições
Ibaté 323ª 233ª Caiu 10 posições
Santa Rita do Passa Quatro 361ª 535ª Subiu 174 posições
Itirapina 369ª 196ª Caiu 173 posições
Santa Cruz da Conceição 383ª 299ª Caiu 84 posições
Conchal 402ª 293ª Caiu 109 posições
Divinolândia 410ª 364ª Caiu 46 posições
Rincão 424ª 454ª Subiu 30 posições
Aguaí 427ª 372ª Caiu 55 posições
Tambaú 438ª 402ª Caiu 36 posições
Motuca 483ª 457ª Caiu 26 posições
Analândia 488ª 281ª Caiu 207 posições
Águas da Prata 553ª 601ª Subiu 48 posições
Ribeirão Bonito 567ª 549ª Caiu 18 posições
Santa Lúcia 580ª 472ª Caiu 108 posições
Caconde 585ª 631ª Subiu 46 posições
Itobi 590ª 496 Caiu 94 posições
Share.

About Author

Leave A Reply