Mercedes-Benz contrata mais 330 colaboradores para áreas de produção em São Bernardo do Campo e Juiz de Fora

0

 

  • Grupos de horistas diretos começam em áreas produtivas no período de abril a junho
  • Serão 250 contratações em São Bernardo do Campo e 80 em Juiz de Fora
  • Anúncio foi realizado durante inauguração da nova linha de montagem de caminhões de SBC nos pilares da Indústria 4.0
  • Empresa começa 1º semestre de 2018 com a contratação de quase 700 pessoas para áreas produtivas nas duas fábricas
  • Recuperação da economia brasileira tem motivado novos negócios no segmento de veículos comerciais
  • Mercedes-Benz investirá R$ 2,4 bilhões até 2022 na continuação da modernidade das fábricas de São Bernardo do Campo e Juiz de Fora

A Mercedes-Benz está contratando mais 330 colaboradores horistas diretos para suas fábricas de veículos comerciais no Brasil, sendo 250 para áreas de produção na planta de São Bernardo do Campo, São Paulo, e 80 para a unidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. O anúncio foi realizado nesta terça-feira, 27 de março, durante a inauguração de sua nova linha de montagem de caminhões, no ABC paulista, que foi desenvolvida com base nos pilares da Indústria 4.0.

“Nossa Empresa começa o primeiro semestre de 2018 com a contratação de 522 pessoas para a planta de São Bernardo do Campo, além de 160 novos colaboradores para a fábrica de Juiz de Fora, em Minas Gerais. São cerca de 700 novas contratações para as duas plantas desde janeiro a partir da reação do mercado de veículos comerciais”, informa Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina. “Estamos muito contentes por inaugurar uma nova linha de montagem de caminhões e, nesse momento de recuperação econômica, poder oferecer oportunidade de trabalho para centenas de profissionais”.

Com novas instalações e colaboradores, a Mercedes-Benz está cada vez mais competitiva e preparada para atender às demandas do mercado. “A retomada da economia brasileira tem motivado novos negócios no segmento de veículos comerciais. Somente no primeiro bimestre do ano, nossas vendas de caminhões cresceram cerca de 50% e as de ônibus mais de 200%, o que é um ótimo sinal. Mas, independentemente do mercado, nunca deixamos de acreditar no potencial do País, mesmo no auge da maior crise dos últimos tempos”, ressalta Philipp Schiemer. “Tanto é que estamos entregando essa primeira fase de modernização da fábrica do ABC no prazo estabelecido”.

A nova linha de montagem de caminhões faz parte do investimento de R$ 500 milhões nos últimos três anos na fábrica de São Bernardo do Campo. No mesmo período, a Mercedes-Benz investiu R$ 230 milhões na planta de Juiz de Fora, que produz as cabinas de caminhões e o extrapesado Actros, caminhão que tem tido uma performance expressiva de vendas.

Além disso, a Empresa está investindo mais R$ 2,4 bilhões até 2022 na continuidade da modernização das duas fábricas, a do ABC e a de Juiz de Fora, e também no desenvolvimento de novos produtos, serviços e tecnologias de conectividade.

Empresa cada vez mais competitiva e preparada para o futuro

Com uma linha completamente nova de montagem de caminhões, a Mercedes-Benz dá um passo histórico rumo à implantação do conceito de Indústria 4.0 no País. Tecnologia digital e hiperconectividade asseguram altos padrões de qualidade e produtividade, além de ampla flexibilidade para atendimento aos clientes, o que torna a Empresa mais competitiva e preparada para as novas demandas do transporte.

“Esta é a primeira fábrica de caminhões no Brasil que já nasce de forma totalmente inovadora, com a Indústria 4.0 em sua essência. Será também uma das mais modernas fábricas de caminhões do Grupo Daimler”, ressalta Philipp Schiemer. “Em 2016, na comemoração dos 60 anos da Empresa, dissemos que estávamos movendo o futuro. Por tudo o que está acontecendo agora, posso afirmar que já estamos vivendo o futuro”.

Destaque em vendas no mercado interno e nas exportações

A Mercedes-Benz liderou as vendas de caminhões no Brasil em 2017. Neste início de 2018, já vem acumulando novamente um excelente desempenho, com cerca de 50% de crescimento no número de emplacamentos no primeiro bimestre do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. As renovações de frota movimentam o mercado de caminhões em segmentos como agronegócio, logística, transporte de combustíveis e químico, mineração e madeira.

No segmento de ônibus, a Mercedes-Benz mantém sua destacada e tradicional liderança, com avanço de mais de 200% das vendas no primeiro bimestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, o que garante à marca 60% de participação de mercado. Licitações no transporte escolar e renovações nos segmentos urbano e rodoviário puxam as vendas de ônibus no País.

“Além disso, as exportações têm mostrado um grande potencial de expansão. Tanto é que representavam 10% da nossa produção de caminhões em 2014 e 40% em 2017”, diz Philipp Schiemer. No primeiro bimestre, as exportações de veículos comerciais Mercedes-Benz aumentaram 15%, de 1,6 mil unidades para mais de 1,9 mil caminhões e ônibus.

“A nossa flexibilidade e modernidade serão um grande diferencial para atender esse avanço que estamos prevendo para os mercados, tanto interno quanto externo, fortalecendo a nossa missão: “As estradas falam. A Mercedes-Benzouve”, diz Schiemer.

A maior fabricante de veículos comerciais da América Latina

A Mercedes-Benz do Brasil é a maior fabricante de caminhões e ônibus da América Latina. Sua planta de São Bernardo do Campo é a maior do Grupo Daimler fora da Alemanha para veículos comerciais Mercedes-Benz, e agora também a mais moderna. Além disso, é a única da Companhia a produzir, num só local, caminhões, chassis de ônibus e agregados, como motores, câmbios e eixos.

A fábrica de São Bernardo do Campo produz os caminhões das linhas Accelo, Atego e Axor, enquanto a planta de Juiz de Fora responde pela família Actros, além da produção de cabinas de todos os caminhões. Em Campinas, no interior paulista, a Empresa conta com a linha de produção de peças remanufaturadas RENOV. Além disso, abriga a Central de Armazenamento e Distribuição de Peças e as demais atividades da área de Peças & Serviços ao Cliente, o que inclui toda a estrutura de assistência técnica, Central de Relacionamento com o Cliente e área de Treinamento para clientes e concessionários.

Com as novas contratações, a Empresa passa a contar com mais de 10 mil colaboradores, sendo aproximadamente 8.050 na fábrica de São Bernardo do Campo e 860 na planta de Juiz de Fora, além de outras unidades.

A Mercedes-Benz oferece ao mercado a mais completa linha de caminhões para aplicações urbanas, rodoviárias e fora de estrada, envolvendo leves, médios, semipesados e extrapesados.

O portfólio da marca também inclui a mais completa linha de chassis de ônibus. A ampla oferta envolve micros, ônibus convencionais, articulados e superarticulados para transporte coletivo urbano, sejam em linhas troncais de sistemas como BRT, corredores e faixas exclusivas, como em vias alimentadoras e distribuidoras que interligam os bairros às regiões centrais. Também atende licitações públicas, como o programa Caminho da Escola do FNDE. No segmento rodoviário, oferece vários modelos para curtas, médias e longas distâncias, bem como, para fretamento e turismo.

Share.

About Author

Leave A Reply