“Fora Dilma” reúne mais de 10 mil em São Carlos

0

Marco Rogério

Uma manifestação defendendo o impeachment da presidente Dilma Rousseff, do PT, reuniu mais de 10 mil pessoas na manhã deste domingo (13 de março) em São Carlos. O protesto começou no Mercado Municipal e seguiu pela Avenida São Carlos até as imediações do Terminal Rodoviário, num trajeto de mais de 2 quilômetros. Trabalhadores, empresários, autônomos e profissionais liberais participaram da marcha. Era comum no evento a presença de famílias com crianças e até cachorros.

Os manifestantes começaram a tomar a Praça do Mercado por volta das 10h. Eles seguiram pela Avenida São Carlos até a rodoviária com faixas e cartazes com palavras de ordem. O ato terminou por volta das 12h30. O prefeito Paulo Altomani (PSDB), participou da caminhada ao lado da esposa e motoqueiros, jipeiros e cavaleiros acompanharam os pedestres, que seguiram à frente.

Segundo a Polícia Militar, o ato reuniu 10 mil pessoas e não teve atos de violência ou vandalismo. A organização diz que cerca de 25 mil moradores participaram da manifestação.

“Superou muito as nossas expectativas. Esperávamos 10 mil e vieram mais de 20 mil pessoas. Foi muito bacana porque não teve confusão e porque foi muito tranquilo”, disse o organizador Marcos Roudini no fim da passeata.

Rio Claro

Em Rio Claro, a concentração aconteceu no Jardim Público. “Estamos aqui porque acreditamos que é preciso acabar com a corrupção no país”, disse Luiz Carlos Jardim, um dos organizadores. A Polícia Militar e a organização ainda não têm um balanço do ato.

População foi às ruas pedir mudanças no Brasil - DIVULGAÇÃO

População foi às ruas pedir mudanças no Brasil – DIVULGAÇÃO

São João da Boa Vista

Em São João da Boa Vista, os manifestantes deixaram a Praça Coronel Joaquim José rumo à Praça da Catedral e, em seguida, seguiram para a Avenida Dona Gertrudes.

“Ultrapassou as expectativas. Calculávamos de 1 mil a 1,5 mil, a média de 15 de março, mas estamos encerrando com 3,1 mil pessoas”, disse a organizadora do movimento na cidade, Maria Inês Moreira. “A esperança reacendeu”, avaliou. A Polícia Militar ainda não divulgou o balanço final. (Com G1 São Carlos e Araraquara). Há protestos marcados para a tarde deste domingo em Araraquara, Araras e Pirassununga.

Share.

About Author

Leave A Reply