Economia: Outubro foi o mês com maior geração de empregos em São Carlos

0

 

O registro de 345 novas vagas com carteira assinada fez de outubro o mês com maior número de postos de trabalho abertos pela economia de São Carlos em 2017. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho mostram ainda, outra boa notícia para a economia da cidade: no acumulado do ano (janeiro a outubro de 2017) já foram criados 423 novos postos de trabalho.

No caso da abertura de vagas com carteira assinada dois setores foram responsáveis pelos números positivos em outubro. O setor de serviços com 200 novos empregos e o comércio com 200 contratações.

Os números do Caged apontam para o fim da retração econômica e a retomada da atividade produtiva na cidade porque 2017 foi o ano da virada. No acumulado do ano de janeiro a outubro de 2016 a economia de São Carlos havia desempregado 1.461 trabalhadores.

Para o secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, o volume de empregos gerados no mês de outubro nos setores de serviços e comércio é significativo e a retomada das contratações vem em boa hora. “Tivemos boa geração de empregos com carteira assinada, um sinal de que a economia de São Carlos está crescendo com a indicação de que a geração de empregos formais deve continuar em 2018 com crescimento dos demais setores. Apesar das dificuldades de recursos próprios, pelas parcerias que nós conseguimos continuaremos oferecendo oportunidades de qualificação profissional em várias áreas”, disse Bragatto.

O saldo positivo de empregos de 423 empregos no acumulado do ano se deve a diferença entre 19.558 admissões ante 19.135 demissões, num universo de 71.288 empregados formais e 15.237 estabelecimentos.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), José Fernando Domingues (Zelão), recebeu os números do Caged com positivismo e ressaltou que se trata de uma recuperação da economia com queda da taxa de juros, (taxa Selic) e queda da inflação. “Isso começa a gerar no consumidor uma expectativa maior de consumo e com esse fomento as vagas também começam a aparecer”, comemora Domingues.

Para o final de ano, segundo o presidente da ACISC, há uma previsão de que as chamadas vagas temporárias gerem aproximadamente 350 novas contratações no setor do comércio. “Boa parte destes funcionários, cerca de 30% também são efetivados, isso vai ajudar a recuperar a nossa economia para que sigamos em 2018 com saldo positivo de emprego”, finalizou.

A estatística do Ministério do Trabalho aponta também que o Sine São Carlos (Casa do Trabalhador) captou 681 vagas de emprego entre janeiro e 21 de novembro, sendo 326 para aumento de quadro das empresas e 355 para reposição de mão de obra. Houve também a colocação de 465 pessoas no mercado de trabalho neste período.

Share.

About Author

Leave A Reply