CASO SUD MENNUCI: Vereadores de Porto Ferreira criticam Rippa por ignorar Legislativo

0

 

O prefeito Rippa com os vereadores: harmonia abalada com a decisão unilateral do prefeito – MARCO ROGÉRIO

Marco Rogério

A Câmara Municipal de Porto Ferreira desaprovou a decisão unilateral do prefeito Rômulo Rippa de desativar a Escola Sud Mennucci e criar, naquele prédio, o Palácio da Educação, que seria a sede da Secretaria Municipal de Educação. Durante a sessão legislativa realizada na última segunda-feira, todos os vereadores utilizaram a tribuna da Casa de Leis para destacar que Rippa tomou a decisão sem consultar nenhum dos parlamentares.

Diante disso, por unanimidade os vereadores aprovaram o requerimento 472/2017, do vereador Alan João (PSB) que faz uma série de indagações ao prefeito sobre a extinção da Escola Sud Mennucci. “O projeto é complexo e tocou no ferreirense, no sentimento do ferreirense”, ressaltou o vereador governista Gustavo Braga (PTB).

Nem mesmo o líder do prefeito na Câmara conhecia o desejo do prefeito de desativar a Sud. “Eu fui pego de surpresa. Não sabia de nada”, afirmou o vereador Gideon PSD). Para o vereador Dentinho Bertazzi (PSDB), o sentimento é de “indignação”. “Ele (Rômulo0 quis desativar uma escola sem consultar a população. Ele deveria ter consultado a Casa de leis. Isso quebra a harmonia entre os 8 poderes”, afirma ele.

O próprio autor do requerimento, Alan João, questionou o a falta de um amplo debate com a sociedade em audiências públicas e estranho que  nem mesmo a comissão de Educação da Câmara Municipal de Porto Ferreira tenha sido chamada para discutir o tema.

MIGUEL BRAGIONI – Último a falar, o vereador Miguel Bragioni (PP), até ensaiou algumas críticas ao prefeito, mas, de forma velada e num discurso de mais de 20 minutos, monótono e cansativo, tentou defender a postura do prefeito Rômulo Rippa. Bragioni chegou a afirmar que considerou de muito mau gosto o nome de “Palácio da Educação” em tempos em que não existe mais monarquia e de crise econômica. E também falou que muita gente estava fazendo chacota com este nome, chamando o local de “palhaço da educação”. Ele chegou a afirmar que a Câmara Municipal não pode palpitar sobre as decisões do Poder Executivo.

Share.

About Author

Leave A Reply