ABINEE faz retirada de pilhas e baterias na Associação Comercial de Brotas

0

Brotas participa de campanha do Sincomercio São Carlos, que integra sistema de Logística Reversa

 

A Associação Brasileira da Indústria de Elétrica e Eletrônica – ABINEE  –  fez, no início desde mês, a retirada de pilhas e baterias pós-consumo que foram recolhidas pela Associação Comercial Industrial de Brotas (ACIB), Praça Amador Simões, 110 – Centro, Brotas – SP. Localizada a 70km de São Carlos, Brotas é uma das cidades que compõe a base territorial do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos (Sincomercio).

Desde o agosto de 2017, a ACIB participa de campanha do Sincomercio São Carlos, que integra o sistema de Logística Reversa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio).

Foram recolhidas cerca de 80kg de baterias portáteis, pilhas comuns de zinco – manganês, pilhas alcalinas e pilhas recarregáveis.

O presidente do Sincomercio São Carlos, Paulo Roberto Gullo, lembrou que São Carlos foi a primeira cidade a requisitar a retirada do material dentro do sistema de Logística Reversa da FecomercioSP, com quase 200kg de material. “A campanha foi estendida também para as outras cidades da base territorial do sindicato, como Tambaú (a 99 km de São Carlos) e Ibaté, que também já teve a retirada de 40kg do material pela ABINEE”.

Comerciantes podem participar

De acordo com a proposta, o comércio que vende pilhas e baterias portáteis deve receber esses produtos pós-consumo de seus clientes e para isso precisa ser um ponto de entrega primário.

Com a adesão ao sistema, o Sincomercio São Carlos e as associações atuam como ponto de entrega secundário, para receber de seus representantes os produtos recolhidos.

A Logística Reversa é uma obrigação para os estabelecimentos de todo o País que comercializam pilhas e baterias portáteis, de acordo com a Resolução Conama 401/2008. O comerciante de pilhas e baterias portáteis (ponto de entrega primário) pode descartar quantidades de até 10 kg nos pontos secundários. A partir daí uma empresa especializada fará a retirada desses produtos e promoverá a destinação final ambientalmente adequada

A adesão do comerciante é digital e está disponível na plataforma de logística reversa da Fecomercio SP:http://www.fecomercio.com.br/projeto-especial/logistica-reversa. Basta preencher e encaminhar a Declaração de Adesão e o estabelecimento receberá seu Certificado de Participação no sistema ou entrar em contato com do Sincomercio (16) 3372-5760 ou coma a Associação Comercial Industrial Brotas (ACIB) (14) 3653-1238.

Processo de reciclagem

Segundo informações da ABINEE, quando esse material recolhido chega ao centro de consolidação e triagem, as pilhas e baterias portáteis são separadas por tipo e marca, sendo, em seguida, encaminhadas para o processamento. É possível reciclar quase a totalidade dos materiais contidos nas pilhas e baterias. O primeiro processo a ser feito é a trituração, no qual a capa das pilhas e baterias portáteis é removida permitindo o tratamento das substâncias em seu interior.

A seguir este material pode ser reciclado por um dos seguintes processos: Processo químico, no qual as pilhas e baterias são submetidas a um processo de reação química, onde é possível recuperar sais e óxidos metálicos, que são utilizados como matéria prima em processos industriais, na forma de pigmentos e corantes.

Já no Processo Térmico, as pilhas e baterias são inseridas em um grande forno industrial onde ocorre o processo de separação do zinco em um ambiente de alta temperatura, permitindo uma redução seguida de oxidação do zinco presente nas pilhas, sendo possível recuperar este metal e reutilizá-lo na indústria como matéria-prima novamente.

Ao final do processo de reciclagem são emitidos Certificados de Destinação Final para as empresas que financiam o programa, como forma de assegurar o correto manuseio e o processo adequado de reciclagem das pilhas e baterias que colocaram no mercado.

 

 

Share.

About Author

Leave A Reply