12ª Mostra Internacional do Cinema Negro exibe dois filmes nesta sexta-feira

0
Cartaz do filme "Suzana e o Presidente" - DIVULGAÇÃO

Cartaz do filme “Suzana e o Presidente” – DIVULGAÇÃO

O Memorial da América Latina exibe na sexta-feira, 29, dois filmes da 12ª Mostra Internacional do Cinema Negro: às 18h, “Suzana e o Presidente”, produção brasileira de 1951 com direção de Ruggero Jacobbi, e, na sequência, “40 anos do Centro Comunitário”, de Anna Bowman (Reino Unido, 2016). As sessões são gratuitas e realizadas na Biblioteca Latino-Americana (portão 5 da Praça Cívica).

A Mostra destaca o trabalho de cineastas, artistas e intelectuais que colaboram para a visibilidade dos afrodescendentes e de sua cultura. Este ano o homenageado com a estatueta Ofó de Xangô, do escultor Emanoel Araújo, é o cineasta e músico Jorge Mautner pela realização do filme “Demiurgo” (1972), que aborda adaptação dos artistas tropicalistas em exílio, na cidade de Londres, especialmente Gilberto Gil e Caetano Veloso. Também foram laureados o diretor de TV José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, o presidente da Fundação Padre Anchieta, Marcos Mendonça, e a jornalista Maria Júlia Coutinho.

A programação destaca produções do Brasil como “O negro da senzala ao soul” (1977), “Casa Grande & Senzala” (1995), “Raça Negra” (1974), “Arte pirulitar” (2016), “Carnaval em Lá Maior” (1955) e do Reino Unido, “A place called home…challenging perceptions and changing realities” (2015), exibidas nos dias 26 e 27 na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, em Pinheiros.

A 12ª Mostra Internacional do Cinema Negro foi aberta no início da semana no Salão Nobre do Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador Geraldo Alckmin e dos representantes do curador e organizador do evento, Celso Luiz Prudente, da Universidade Federal do Mato Grosso.

Share.

About Author

Leave A Reply